Representações da fauna no Brasil – séculos XVI – XX

Autor: Felipe F. Vander Velden, Bruno Martins Boto Leite, Lorelai Kury, Magali Romero Sá, José Luiz de Andrade Franco
Formato: 280 páginas, cerca de 120 imagens, bilingue (port/ing), 28 x 31 cm

Nos primeiros séculos de colonização, as terras ainda desconhecidas do Brasil encarnavam um espaço que escapava ao mundo mapeado até então pelos cristãos. A estranheza de sua natureza e dos selvagens que as habitavam gerou interpretações que oscilavam entre exaltação e condenação.

Ao longo da história do Brasil, os animais partilharam com os homens, as plantas e o clima as representações dos trópicos e das Américas. Desfiando-se algumas tramas do tempo, vê-se que o novo continente logo recebeu animais que mudaram sua face e possibilitaram a colonização: bois, cavalos, jumentos e galinhas rapidamente criaram raízes.

Paralelamente, muitos animais foram transplantados do Novo para o Velho Mundo, onde integraram coleções e gabinetes de curiosidades, como o tucano, a preguiça e os papagaios,
e causaram espanto, como a onça pintada.

O livro Representações da fauna no Brasil, séculos XVI a XX visa estudar esse trânsito e demonstrar a relação estreita que marca as representações da fauna nacional e a própria constituição da identidade da América portuguesa e do Brasil.

 

Patrocínio: BBM e Ministério da Cultura – organização: Lorelai Kury

 

Observação:
Este livro foi realizado com incentivos fiscais da lei Rouanet.
Idosos acima de 65 anos podem comprar exemplares com 20% de desconto sobre o preço de capa em aquisições realizadas na própria Editora exclusivamente. Esta promoção não é válida nas livrarias e demais pontos de venda. É imprescindível a apresentação de documento que comprove a idade.

Compartilhar