A Expansão urbana do Rio de Janeiro e o peixe das nuvens

Autor: Claudio Egler, Dalton Nielsen, Fabio Origuela de Lira, Paulo Gusmão
Formato: 104 páginas, 21x25 cm
Fotografia: Marco Terranova

É nas regiões inundáveis, em poças e brejos, que vive um peixe que desenvolveu uma estratégia diferenciada de sobrevivência. Seu ciclo de vida se desenrola na estação chuvosa, quando acasala e põe os ovos no substrato que em breve secará. Assim que voltarem as chuvas, ainda que se passem anos, os ovos eclodirão e o ciclo se repetirá em tempo acelerado, para garantir essa circunstância ideal. Por essa razão, são conhecidos como “peixe das nuvens”. Um grande anfiteatro natural, repleto de pântanos e planícies inundáveis, prosperou como berço de diversos seres, entre eles o peixe das nuvens, que habita grande variedade de ambientes de água doce há cerca de 200 milhões de anos. O redesenho do Rio de Janeiro, de pântano a metrópole, é abordado em uma obra crítica, que se apoia na ameaça a uma espécie típica da região. Repleto de fotos históricas surpreendentes, o livro é indispensável para entender como a modificação da paisagem natural pela expansão urbana afeta o meio ambiente e ameaça o belo e delicado peixe das nuvens.

Compartilhar